Home / Mentalidade / Como alcançar qualquer objetivo

Como alcançar qualquer objetivo

Nossa vida, dia a dia, é feita da conclusão, ou não, de objetivos. Sejam eles simples como tomar um banho ou mais complexos como concluir um nível superior, tratam-se apenas de objetivos que você se propõe a realizar. Então, como alcançar qualquer objetivo?

O método é relativamente simples. Deixo claro, logo de início, que o objetivo deve se encaixar dentro de uma realidade possível. Contudo, dentro dessa realidade, não há nada que outra pessoa já tenha conseguido fazer que você também não consiga.

Mas Valter, o que quero realizar é algo que ninguém nunca fez antes!

Você pode, também, realizar um objetivo que ninguém antes realizou. A realização de façanhas “inéditas”, normalmente, é feita por pessoas com força mental acima do normal, mas nada no mundo real impedirá que você consiga. Apenas lhe será exigido mais trabalho mental. No final dessa leitura você vai entender a razão.

Neste post vou dar maior enfoque a realização de objetivos que outras pessoas também já conseguiram.

As Etapas para concluir um objetivo

A primeira coisa a ser feita é definir, exatamente, o que se quer fazer.

A realização de objetivos exige foco, para conseguirmos direcionar nosso foco corretamente, devemos saber exatamente o que queremos realizar.

Como eu disse no início, não importa o tamanho do objetivo.

Quando você come e vai escovar os dentes, naquele momento, seu objetivo definido é esse. Você utiliza as ferramentas necessárias (escova e pasta), utiliza seu conhecimento sobre como escovar os dentes (movimentos) e age (escovação propriamente dita). Ao fim, você concluiu seu objetivo.

Se algo der errado, como falta de pasta ou escova, você corrige (troca a pasta ou escova) e conclui o objetivo, não é mesmo? Veja ao final como esse conceito simples fará você realizar qualquer coisa.

Utilizei um exemplo exageradamente simples para que você visualize o processo:

  1. Definir o que vai fazer: escovar os dentes;
  2. Você possuir as ferramentas? Sim: escova e pasta – Não: então você deve providenciar as ferramentas;
  3. Já com as ferramentas, você tem o conhecimento necessário para realizar a tarefa? Sim, então aja – Não, então adquira o conhecimento;
  4. Obteve sucesso no objetivo? Sim, passar para o próximo – Não, verificar onde ocorreu o erro e tentar novamente.

Esses passos valem para conclusão de qualquer objetivo que você se proponha a realizar. Falo agora sobre cada um mais detalhadamente.

1º Objetivo principal definido

Você deve saber exatamente o que quer fazer no momento. Conclusão de tarefas exige foco. Para direcionar foco para alguma atividade, você deve saber exatamente o que quer fazer naquele momento.

Definido qual é seu objetivo, sua atenção deve estar voltada para ele.

Quanto mais você concentra seu foco, mais nítido o objetivo fica, de forma que é mais fácil enxergar de que forma você vai alcança-lo.

Leve essa regra de foco total no objetivo do momento para tudo na vida. Quando se propor a fazer alguma coisa, concentre-se na conclusão daquela coisa.

Se seu objetivo é passar em um concurso público, por exemplo, e, dentre as matérias, está Direito Administrativo e, na próxima hora, você estudará Direito Administrativo, concentre-se somente nisso. Você não precisa pensar “no todo” nesse momento, concentre-se no objetivo da vez.

Entra aqui a principal regra de todas: conclua o objetivo haja o que houve. Não imposta se chover, se acabar a energia, se você estiver cansado. Conclua o objetivo!

Na verdade, quando conseguimos concluir um objetivo tendo surgido dificuldades no caminho, nossa sensação de dever cumprido é bem maior do que quando tudo “dá certo”.

A cada objetivo que cumprimos nossa força mental aumenta.

Utilize esse foco para cumprimento das pequenas tarefas do cotidiano como escovar os dentes, tomar banho, lavar a louça etc.

Eu sei que você já faz isso 🙂 . Para o efeito correto o que eu quero é que você pense mesmo: ok, agora minha tarefa é lavar a louça. Concentre-se nisso e conclua.

Faça isso com tudo. Com essa atitude você vai adquirindo o hábito de concluir todas as tarefas, o que lhe ajudará a concluir, também, seus objetivos.

Quando falamos de objetivos maiores, no início pode ser que você não enxergue claramente o passo a passo para conseguir concluí-lo. Isso é normal.

Por isso disse, no início, que este post seria como realizar objetivos que outras pessoas também já conseguiram, isso nos leva ao segundo passo.

2º Emular o comportamento de outra pessoa

Tendo seu objetivo definido, mas ainda não sabendo como realizá-lo, pesquise sobre pessoas que já conseguiram fazer o que você está planejando realizar.

Atualmente, com a internet, essa tarefa não é muito difícil. Além disso, você pode ter parentes, amigos ou conhecidos que já tenham conseguido alcançar o que você tem hoje como objetivos.

Mas como isso vai me ajudar Valter?

Procure analisar o comportamento da pessoa que já concluiu o objetivo que você pretende alcançar.

Qual a formação dessa pessoa?

Quais ferramentas ela utilizou?

Que visão de mundo essa pessoa tem?

Enfim, de início, você vai quase “imitar” a pessoa. No caminho, com os conhecimentos por você adquiridos, já lhe será possível determinar seu próprios métodos.

É totalmente positivo utilizar outra pessoa de “inspiração”. Às vezes temos dificuldades em encontrar um caminho a seguir. A princípio, se você está com dificuldades de enxergar “o como” irá alcançar certo objetivo, “estude” pessoas que já conseguiram fazer coisa parecida com o que você deseja.

3º Adquirindo as ferramentas/conhecimentos

A maior parte dos objetivos, se não todos, exigem conhecimentos e ferramentas para serem alcançados.

Se você pretende passar em um concurso público, por exemplo, precisará de livros, apostilas, vídeo-aulas etc, como ferramentas.

Além disso, você precisará adquirir para si o conhecimento disponível em tais ferramentas.

Se você pretende ser médico, por exemplo, você sabe que precisará de um diploma de medicina. Para isso você terá que estudar, passar no vestibular, concluir a faculdade etc.

Então, definido seu objetivo, verifique que ferramentas e/ou conhecimento você deve possuir para começar a agir.

  • Possui as ferramentas e conhecimentos? Ótimo, vamos para a ação;
  • Não possui? Veja exatamente do que precisa e passe a trabalhar para conseguir;

Portanto, nunca utilize a desculpa do “não faça a coisa X, porque não tenho Y”. Se você não tem o “Y”, consiga o Y.

Utilize a técnica do subtítulo anterior. Inspire-se em alguém que já tenha feito o que você está querendo fazer.

4º Começar a agir agora!

Certo, você já possui as ferramentas e conhecimentos mínimos para começar a agir?

Se sim, então comece!

Mas Valter, eu ainda não me considero pronto.

Posso falar para você por experiência pessoal que dificilmente nos consideramos prontos, principalmente para grandes objetivos.

Comece de onde você está com as ferramentas que possui. No caminho vá adquirindo as outras ferramentas que forem necessárias.

Valter, quero ser médico, você está dizendo para eu começar a trabalhar desde agora? 🙂

Lógico que não, o “ser médico” pressupõe outros objetivo anteriores como passar no vestibular e concluir a faculdade.

O que estou dizendo é para você começar a caminhar rumo ao seu objetivo desde agora, com o que tem,  seguindo os passos que forem necessários para alcançar o seu objetivo maior.

Não fique esperando um “marco” como “começo na segunda”, “começo no início do mês”, “começo quando parar de chover” etc. Comece agora.

Colocar, por escrito, qual é o objetivo que pretende realizar é um bom começo.

5º Persistir até conseguir 

Esse é o último e principal ponto. Na verdade esse é o que define o “realizar qualquer objetivo”.

Os passos anteriores lhe trazem aqui, mas sem a persistência você não conseguirá “realizar qualquer objetivo”.

Nesse passo eu divido as pessoas em 3 grupos. Para ilustrar melhor, vamos imaginar que você precise percorrer uma estrada de 100 Km. Esse é seu objetivo definido.

1º Grupo (a maioria): Nessa estrada, logo no início, há alguns buracos e trechos de estadas sem asfalto. Verificando que, no início, já está difícil, a pessoa logo verifica que percorrer 100 Km nessas condições será impossível e desiste logo de cara.

2º Grupo (muitos, porém menor que o primeiro): Esse grupo, como está focado, supera as dificuldades iniciais da estrada. Eles veem , após o início, que a estrada ruim era só nos primeiros 10 Km, após isso, viram que tratava-se de estrada asfaltada perfeita em um trechos e com poucos buracos em outros, mas, como superaram os 10 Km iniciais que eram muito difíceis, não tem dificuldades de desviar dos buracos que agora existem. Contudo, após percorrerem cerca de 60 a 70 Km de dedicação, enfrentam uma estrada muito pior que a inicial. O carro quebra, a estrada é de terra, com buracos, chuva, a noite e subindo serras. A pessoa, por ter superado a dificuldade inicial e ter passado por um período de estrada tranquila, acreditou que esse  seria o padrão (boa estrada) e, ao se deparar com uma dificuldade maior que a primeira, acaba desistindo, pois não acha justo, após quilômetros de dedicação, ter que passar por toda essa dificuldade.

3º Grupo (a minoria): Esse grupo, mesmo com as imensas dificuldades do último trecho, dedica-se a verificar o que está errado e corrigir. O carro quebrou? Conserte. Está de noite? Se é possível continuar continue, se não é possível, espere amanhecer; A chuva não para? Apenda a dirigir na chuva; os buracos não acabam? aprenda a desviar dos buracos. Enfim, esse último grupo, aconteça o que acontecer, vão corrigir sua rota e persistir. Muitas vezes é necessário, inclusive, mudar de estrada. Se isso acontecer com você, faça, mas não pare.

Você deve ter claro em sua mente que a conclusão de grandes objetivos, via de regra, implica na superação de dificuldades. As pessoas de sucesso que você vê hoje estão colhendo, só elas mesmas sabem os trabalhos que tiveram na plantação.

O que posso lhe garantir é que, quase nunca, é fácil. Portanto, fortaleça sua mente para encarar o que for necessário e persista até conseguir.

Como eu disse, isso é o que define quem alcança “qualquer objetivo”: não parar, aconteça o que acontecer.

Se está gostando do conteúdo do blog, utilize um dos formulários disponíveis para deixar seu e-mail, assim, sempre que eu postar algo novo você será avisado.

Abraço.

 

 


Preencha seu e-mail e receba meus artigos gratuitamente!


Garantimos sua privacidade. Não divulgamos seu e-mail!

Shares